Carregando ...

Praça da Catedral, s/nº - Centro - CEP: 13400-150 - Piracicaba-SP

(19) 3422-8489
Notícias › 07/12/2016

Após 1º Congresso Online sobre Matrimônio, projetos maiores

O 1º Congresso Nacional Online sobre Matrimônio Católico, ocorrido de 14 a 20 de novembro, alcançou um grande número de pessoas e atingiu o seu objetivo de levar a santificação às famílias. Mas, segundo a organização do evento, a inciativa não para por aí e há projeto de ampliação para o próximo ano.

Em declarações à ACI Digital, o professor de Filosofia Robson Oliveira adiantou que haverá o segundo congresso em 2017. Entretanto, considerando sua dedicação e do engenheiro Wallace Barbosa – também envolvido na organização do evento –, garantiu que não querem “repetir o mesmo congresso com novos palestrantes”.

“Vamos fazer uma coisa diferente no ano que vem. O segundo congresso – caso aconteça e estamos trabalhando por isso – vai ser mais revolucionário do que esse, porque estão brotando ideias enormes. Adianto já que será um congresso internacional. Como? Ainda não sabemos”, revelou.

Robson Oliveira fez uma avaliação positiva do 1º Congresso sobre Matrimônio, para o qual havia a expectativa de 30 mil participantes. De fato, segundo o organizador, as postagens na página das redes sociais do Congresso chegaram a alcançar 1 milhão de pessoas e 102 mil acessaram as salas online das palestras nos dias do evento.

“Então – assinalou –, foi 300% a mais do que imaginávamos. Mesmo na perspectiva mais otimista, nós não imaginávamos um número desse tamanho”.

Além disso, confirmou que no total foram 56 palestrantes, entre bispos, padres e leigos e, foram confirmados 30 mil inscritos “dizendo que querem receber o material”.

Na sua opinião, este resultado “é um sinal inequívoco de que as pessoas estão sedentas de formação, especialmente os católicos, sobre família católica”. “Para nós, isso foi um sinal importante”, acrescentou.

Para além desses números, o professor considerou que “o mais legal foram as respostas que conseguimos, testemunhos lindíssimos de esperança, gente que estava desistindo do matrimônio; que foi abandonado ou abandonada pelo cônjuge, mas que a partir do congresso teve novo ardor, nova força, novo espírito, nova esperança”.

“Isso valeu todo o esforço, todas as noites, tudo o que fizemos para esse congresso ir para o ar”, declarou, lembrando que também os bispos e padres que participaram “parabenizaram nosso evento, nossa coragem de falar desse assunto que é meio delicado, principalmente nesses últimos tempos”.

Tratou-se, de acordo com Robson, de “uma resposta e confirmação para o nosso projeto, que é de santificação das famílias”.

Agora, o projeto segue recolhendo testemunhos dos participantes para apresentar essas experiências a outras pessoas. Tem continuidade, ainda, com o projeto Famílias Santas, que teve início neste dia 6 de dezembro com o primeiro módulo, “módulo com temas exclusivamente familiares ou com aplicação familiar”.

Conforme explicou Robson Oliveira, “o projeto Famílias Santas é justamente uma resposta a essas perguntas que chegaram até nós, de pessoas sofrendo, que estão em matrimônios doentes, que estão doentes e por isso não estão em um matrimônio”.

“É fundamentalmente um projeto de formação e acompanhamento de casais por casais católicos, apresentando a doutrina católica para o matrimônio católico”, esclareceu, ao indicar que esta inciativa tem um caráter “filosófico, que é a minha formação, para entender o que é o homem, o que o homem deseja, os anseios humanos, suas esperanças, suas dores, e tentar mostrar para as pessoas que, às vezes, elas estão em situações ruins porque não entendem como o homem é feito”.

Este trabalho de acompanhamento e formação já é desenvolvido por Robson Oliveira e Wallace Barbosa na Arquidiocese de Niterói (RJ) há quase 10 anos, onde também apresenta bons resultados.

“Afinal, quem não quer ser feliz, quem não quer ter o seu matrimônio como Deus pensou? Esse é o nosso projeto”, concluiu Robson.

Por ACI Digital

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.