Carregando ...

Praça da Catedral, s/nº - Centro - CEP: 13400-150 - Piracicaba-SP

(19) 3422-8489
Artigos › 21/09/2017

Tudo é de Deus

O Profeta Isaías nos lembra o sentido da autoridade: quando alguém tem uma autoridade, um poder, e esse poder não é colocado à serviço do bem e do povo, esse poder é-lhe tirado e é dado a outro que seja capaz de servir ao Povo de Deus. Por isso Deus tira de Sobna o poder de ser o mediador entre o povo e o rei do Palácio Real e o concede, gratuitamente, a Eliacim, para que sirva ao Povo de Deus, e que seja um pai, que seja um que facilite a relação do povo com o rei. Ele vai ter o poder de abrir e de fechar a porta do Palácio, para que o povo venha ao encontro do seu rei. Isso nos lembra muito bem a mediação daquele que vem junto de Deus para abrir as portas para que consigamos chegar até Deus. O filho de Deus que se encarnou tem esse poder dado pelo Pai de nos redimir, de nos salvar, de nos colocar numa relação plena de confiança com o Pai.

Jesus Cristo é o único mediador entre o Pai e todos nós. Ele tem esse poder. E o poder que Jesus Cristo recebeu de Deus Pai ele colocou a serviço da humanidade, inclusive dando a própria vida por nós. Ele tem todo o poder. Tudo pertence a Deus. Tudo é para Ele e por Ele. Nós recebemos tudo de Deus gratuitamente. Nós não damos nada a Deus que não seja dele. O que nós damos a Deus é porque dele recebemos. Ninguém tem alguma coisa que não tenha recebido de Deus. Quando nós devolvemos algo para Deus, quando nós consagramos alguma coisa a Deus, nós queremos dizer a Ele: muito obrigado por tudo: pelo dom da vida, da família, da comunidade, pelos dons que dele recebemos – a nossa inteligência, a nossa capacidade, as nossas aptidões… Queremos dizer a Deus: Pai, muito obrigado por tudo! Pelo que sou e por tudo o que tenho. Porque tudo vem de vós.

Não devemos ter outra pretensão na nossa relação com Deus a não ser de sermos gratos a Deus por tudo que dele recebemos. É Ele quem nos sustenta na nossa vida, que nos livra de todo o mal, que nos alimenta dia a dia com a sua Palavra de vida eterna, de conforto, de esperança. Por isso é muito importante a nossa relação filial com o Pai e sabermos que Ele é o senhor de todas as coisas, que ninguém tem poder comparado ao poder divino. Então, quando nós precisamos de algo, então podemos nos dirigir a Deus, sabendo que Ele é o todo poderoso. O senhor da nossa vida. É o Deus misericordioso, compassivo, que sente a nossa dor, a nossa aflição, as nossas necessidades, porque Deus é Pai e o Pai sabe o que o filho precisa.

Por Dom Manoel Delson – Arcebispo da Paraíba

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.