Praça da Catedral, s/nº - Centro - CEP: 13400-150 - Piracicaba-SP

(19) 3422-8489
Notícias › 27/02/2019

Papa Francisco nomeia bispo para a diocese de Formosa (GO)

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou na manhã desta quarta-feira, 27, a decisão do papa Francisco em nomear para a vacante diocese de Formosa (GO), dom Adair José Guimarães, transferindo-o da sede episcopal de Rubiataba-Mozarlândia, no Estado de Goiás. Atualmente, a diocese de Formosa tem como Administrador Apostólico o arcebispo de Uberaba, dom Paulo Mendes Peixoto, que assumiu as atividades em 2018, quando o então bispo dom José Ronaldo Ribeiro renunciou ao cargo.

Dom Adair José Guimarães

Nascido na cidade de Mara Rosa, no Estado de Goiás, em 1960, dom Adair ingressou, aos 20 anos, no Seminário de Brasília onde cursou o Ensino Médio e os primeiros anos do curso de Filosofia. Em 1982 concluiu o curso no Instituto de Filosofia João Paulo II, da arquidiocese do Rio de Janeiro. Ele também estudou Teologia, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (Puc-Rio). Tem especialização em Direito Canônico Matrimonial, pela Faculdade São Bento do Rio de Janeiro.

Ordenado padre em 21 de dezembro de 1986, já exerceu os postos de Pároco na Catedral de Uruaçu (1987 a 1998), na Paróquia Santo Antônio, em Mara Rosa (1999 a 2005) e na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Minaçu (GO). Adair foi, também, reitor do Seminário de Uruaçu; responsável pela Pastoral Vocacional e da Juventude na diocese; coordenador diocesano de pastoral; presidente da Organização dos Seminários e Institutos Filosófico-teológicos do Brasil (OSIB), entre outras funções.

No dia 27 de fevereiro de 2008, foi nomeado bispo pelo papa Bento XVI para a diocese de Rubiataba-Mozarlândia. A posse, como terceiro bispo da diocese aconteceu no dia 25 de maio de 2008. Como prelado assumiu as funções de Juiz Presidente do Tribunal Eclesiástico da arquidiocese de Goiânia; membro da Equipe do Seminário Interdiocesano de Goiânia e bispo referência para a liturgia no Centro-Oeste.

Saudação

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação a dom Adair José Guimarães. O texto é assinado pelo vice-presidente da CNBB, dom Murilo Krieger e pelo secretário-geral da entidade, dom Leonardo Steiner. Confira, abaixo, a saudação na íntegra:

Saudação da CNBB a dom Adair José Guimarães

Brasília, 27 de fevereiro de 2019

Prezado Irmão, dom Adair José Guimarães.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta sua alegria ao receber a notícia de sua nomeação como novo bispo de Formosa (GO). Fomos informados da nomeação nesta quarta-feira, 27 de fevereiro, durante a reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep). Aproveitamos, este momento, para agradecer, mais uma vez, ao Santo Padre pelo olhar sempre bondoso que ele sempre tem para com a Igreja no Brasil.

Temos conhecimento de sua dedicação como pastor na Igreja Particular de Rubiataba-Mozarlândia nos últimos dez anos. Agradecemos ainda sua permanente colaboração com o regional centro-oeste da Conferência, sendo, ultimamente seu vice-presidente.

Buscamos a palavra do papa Francisco para saudar sua transferência. Encontramos uma reflexão muito inspiradora apresentada na semana passada, dia 20 de fevereiro, na audiência geral: “Quando chamamos ‘Pai’ a Deus, temos em mente a figura do nosso pai terreno; mas este – o nosso pai terreno – não era perfeito, como nós próprios, aliás, também não seremos pais ou pastores perfeitos. As nossas relações de amor estão sempre marcadas pelos nossos limites e o nosso egoísmo, inquinadas por desejos de domínio ou de manipulação do outro. Somos mendigos que corremos o risco de nunca encontrar, na própria estrada, aquele tesouro que procuramos desde o primeiro dia da vida: o amor. Por isso, ao aplicar a Deus a imagem que temos do nosso pai, precisamos de a afinar, purificar. O amor de Deus é o do Pai ‘que está nos céus’, como Jesus nos convida a rezar: ‘Pai Nosso, que estais nos céus’. O nosso amor é frágil e intermitente, mas existe outro amor: o amor do Pai, que está nos céus; é o amor total, que nesta vida saboreamos apenas de forma imperfeita. A sede de amor, que todos sentimos, é o convite a conhecer Deus que é Pai”.

Desejamos que o senhor seja muito feliz na Igreja Particular de Formosa e pedimos que o Espírito Santo o assista nesta nova missão.

Em Cristo,

Dom Murilo S. Krieger
Arcebispo de Salvador (BA)
Vice-presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo auxiliar de Brasília
Secretário-geral da CNBB

Via CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.